Meeting Register Page

Bate Papo com poeta Carlos de Assumpção: Com o que sonham os poetas?
Bate Papo com poeta Carlos de Assumpção: Com o que sonham os poetas?
Coordenação: Carlos Assumpção
Datas e horários: 1 de junho - das 18h às 20h
Inscrições: Até o preenchimento das vagas
100 Vagas
Plataforma: Zoom
Público-alvo: Interessados a partir de 16 anos

Sinopse
O que move a escrita de um poeta de 93 anos? O bate-papo abordará a trajetória, a poesia, o processo criativo e as inspirações do poeta Carlos de Assumpção. Os poemas escritos por Assumpção são “um testemunho poderoso sobre os tempos em que vivemos, um símbolo de luta contra o silenciamento e a opressão histórica”, como escreveu Alberto Pucheu, poeta e ensaísta brasileiro.

Carlos de Assumpção é poeta e escreve desde os 14 anos de idade. Ele nasceu no Tietê, no interior paulista, em 1927. Publicou “Protesto”, seu livro de estreia, em 1982. Nas décadas seguintes, lançou mais quatro volumes de poemas. Mas, o reconhecimento de sua obra pelo grande público ocorreu somente no ano de 2020 a partir da publicação de uma reportagem no Caderno Ilustrada da Folha de S. Paulo e posteriormente também com a publicação do livro “Não pararei de gritar”, lançado pela Companhia das Letras.

Felínio Freitas é mestrando do Programa de Pós Graduação em Artes, do Instituto de Artes da UNESP campus de São Paulo. Atua como educador e mediador de leitura para crianças, adolescentes e adultos. Na área literária, fez a curadoria de feiras, mesas, palestras e foi parecerista na área de literatura e artes em editais no Estado de São Paulo e outras regiões do Brasil.

Realização: Programa Oficinas Culturais - Formação para o Interior, Litoral e RMSP, da Secretaria de Estado da Cultura e Economia Criativa do Governo de São Paulo, gerenciado pela Poiesis Organização Social de Cultura. Contato: interioronline@oficinasculturais.org.br

Jun 1, 2021 06:00 PM in Sao Paulo

Loading
* Required information