webinar register page

Webinar banner
3º Webinar 2021 CocoaAction Brasil - "A virada produtiva do café e os aprendizados para o cacau".
Junte-se a nós para uma conversa com grandes nomes do mercado de café, para entender como a cafeicultura brasileira conseguiu se reinventar ao longo das últimas décadas, com foco em aumento de produtividade, eficiência & inovação, tendo por base um ambiente (institucional) facilitador que contribuiu para que os produtores e produtoras de café aumentassem sua rentabilidade e pudessem investir cada vez mais em suas propriedades, e conquistar mais qualidade de vida para si, suas famílias, os trabalhadores e as comunidades onde vivem. Participe desta rica troca de experiências, de muitas lições e aprendizados que podem servir para que o cacau também trilhe um caminho de mudanças positivas e sustentabilidade, começando por produtividade e rentabilidade.

Oct 7, 2021 05:00 PM in Sao Paulo

* Required information
Loading

Speakers

Carlos Brando
@Plataforma Global do Café/P&A Ltda
Engenheiro pela Poli/USP com pós-graduação no MIT (EUA) e sócio da P&A, empresa de marketing, consultoria e trading que gerencia as exportações de máquinas Pinhalense para café, cacau e outros produtos para mais de 100 países. Prestou ou presta serviços aos Cafés do Brasil, Organização Internacional do Café (OIC), Fundação Mundial do Cacau (WCF), Banco Mundial, IDH e empresas e governos no Brasil e no mundo. A P&A hoje coordena no Brasil dois programas internacionais de sustentabilidade: a Plataforma Global do Café e o CocoaAction Brasil. Carlos preside o conselho mundial da Global Coffee Platform, é membro dos conselhos do Coffee Quality Institute, do Programa SPURS do MIT, e do INCI (Museus do Café e da Imigração), além da Câmara de Café da B3. Carlos escreveu capítulos para vários livros, incluindo o “Coffee: Growing, Processing, Sustainable Production” de Jean Wintgens, “Espresso Coffee the Science of Quality” da illycafé, e “The Craft and Science of Coffee” da Nespresso.
Pedro Malta Campos
@Nestlé Brasil
Gerente Executivo do Departamento de Agricultura da Nestlé Brasil. Lidera equipes e ações de qualidade, inovação tecnológica, sustentabilidade e desenvolvimento rural nas principais cadeias de fornecimento da companhia no país, como as de café, cacau, vegetais, frutas e grãos. Atualmente é o responsável pelos programas de desenvolvimento rural Cultivado com Respeito, iniciativa para produtores de café, e o Nestlé Cocoa Plan, voltado para a cadeia do cacau. É formado em Engenharia Agrícola pela Unicamp e tem mestrado em Economia Agricola pela Universidade de Reading, na Inglaterra. Possui 22 anos de experiência profissional em grandes empresas como Ultragaz e Souza Cruz e consultorias ligadas a estratégia e o agronegócio, como A.T. Kearney e P&A Marketing.
Guilherme Moura
@FAEB/Senar-BA
Administrador de Empresas e Analista de Sistemas pela Universidade Católica de Salvador, com MBA em Agronegócio pela UFPR. Produtor Rural, foi presidente da Câmara Setorial Nacional do Cacau e Sistema Agroflorestais do MAPA, no período de 2013 a 2019. Na FAEB (Federal da Agricultura e Pecuária da Bahia) foi Vice-presidente de Desenvolvimento Agropecuário no período de 2008 a 2018 e atualmente é Vice-presidente Administrativo Financeiro e responsável pela área de Inovação do Senar Bahia. Faz parte do Conselho de Administração do Sebrae Bahia e do Comitê Nacional do CocoaAction Brasil.
Pedro Ronca
@CocoaAction Brasil
Engenheiro agrônomo pela Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz" (ESALQ/USP), com pós-graduação em Agronegócio pela FIA/USP e em Economia e Ciência do Café pela Universidade de Trieste / illy, Itália. Consultor agronômico, experiência com projetos de planejamento, condução e gestão de propriedades com adequação de sistemas de produção sustentáveis, pós-colheita, produção de cafés especiais e consultoria estratégica de mercado. Pedro tem ampla experiência como auditor para certificação em cadeias produtivas sustentáveis. É produtor rural no sul de Minas Gerais. Pedro atualmente gerencia o Programa Brasil da Plataforma Global do Café (GCP) e coordena a Iniciativa CocoaAction Brasil, em parceria com a Fundação Mundial do Cacau (WCF).